Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Creditos online

Tudo o que procura saber sobre crédito pessoal, créditos online, finanças pessoais e conselhos de poupança.

Creditos online

Tudo o que procura saber sobre crédito pessoal, créditos online, finanças pessoais e conselhos de poupança.

Sab | 25.04.20

Já conhece o Extrato de Comissões?

Nelson

Quanto gasto em Serviços Bancários por Ano?

Algumas pessoas desconhecem que pagam alguma coisa pelos serviços bancários que usam ou têm ao dispor. Outras sabem que pagam mas não têm ideia de quanto é, nem conseguem perceber onde é que elas vêem discriminadas. É uma estratégia, seguida não só pela banca, mas por muitas outras empresas de outras áreas, um camuflar de despesas, que o consumidor paga sem se aperceber, e desconfia que elas existem mas não as consegue ver bem, uma espécie de despesas fantasmas.

Extracto de Comissões

Extrato de comissões


Pelo menos alguma coisa mudou, neste momento o Banco de Portugal obriga os bancos a enviarem em janeiro um extrato de comissões, para os consumidores saberem exatamente quanto pagaram no ano transacto em comissões. É uma forma, de pelo menos uma vez por ano, o cliente ter uma ideia de quanto lhe está a custar o serviço naquele banco (valor real) e poder comparar com outros.
Uma comissão que estará presente na maioria dos casos, será obviamente a comissão de gestão de conta, visto que actualmente todos os Banco a cobram, mas mesmo assim existem grandes diferenças no mercado e que obviamente ao final de um ano a mossa que produzem já será grande. Janeiro é assim um bom momento, para parar uns minutos a olhar para esses números e ver se não estará na hora de mudar de banco, um com comissões de gestão de conta mais baixos, ou então mudar para uma Conta de Serviços Mínimos, de maneira a que continue a usar os mesmos serviços que já usa, mas a acabar o ano com mais algum dinheiro no bolso. Com comissões de gestão de conta a chegarem às centenas de euro anuais, pode assim conseguir ganhar alguns meses de electricidade gratuitos, ou pagar o seguro do seu automóvel, por exemplo.

Já não estamos em janeiro, mas se procurar na sua caixa de email, ou aceder ao serviço de homebanking, na parte de "Extractos", irá certamente encontrar este documento. Faça uma pesquisa por datas, e terá sido um documento enviado em finais do mês de janeiro.
Se por acaso não recebeu nem por email, nem por carta, durante o mês de janeiro, pode apresentar queixa no Banco de Portugal, porque o prazo para o enviarem já terminou.

Para além do total de comissões pagas anualmente, aparece discriminado a natureza destas comissões, dependendo do tipo de utilização que faz. Vai provavelmente, ficar surpreso com algumas comissões paga em transferências, ou cartões de crédito e débito, que não fazia ideia que se pagavam.

Mas pronto, aqui o importante é fazer uma análise ao nosso perfil, quais são os serviços que mais usamos, e se noutro banco conseguia-mos ter os mesmo serviços por um preço mais justo, basicamente é esta a análise anual que deve ser feita, e não deixar os bancos à vontade para cobrarem o que lhes apetece, pois a inércia das pessoas é tão grande que lhes permite isso. A falte de tempo, é o grande aliado dos bancos neste caso, a maior parte das pessoas quer pagar menos, mas a velocidade a que vivemos não nos permite parar para analisar estes detalhes.

Pessoalmente, tenho conta no Novobanco, e paguei 56€, não é o valor mais baixo do mercado, porque ainda existem alguns bancos que não cobram comissão de gestão de conta, mas considero um valor razoável. Pelos valores que vejo os outros bancos cobrarem, penso que a maioria pagará 100 ou mais euros por ano, senão fizerem nada para mudar.

 

Comissões de Processamento

Agora a surpresa, as comissões de processamento não estão incluídas neste documento. Ou seja, se possui um crédito (pessoal, ou habitação, ou outro), é quase certo que quando o banco lhe vai buscar o dinheiro para pagar a "prestação" se cobra desse trabalho. Ou seja, estamos a pagar para que nos levem o dinheiro, mas como é um "produto" diferente da conta bancária, não aparece nesse documento. Por isso se tiver créditos nesse banco, e quiser saber realmente quanto está a pagar ao banco, terá que agarrar nos extratos mensais, e na parte onde se refere amortização do crédito, ver qual é a taxa cobrada pelo banco mensalmente e somá-la ao total de comissões apurado no extrato.

 

Comparador de comissões

Comparador de comissões

Se me acompanhou até aqui, é porque está mesmo interessado em pagar menos ao banco do que aquilo que está a pagar, por isso recomendo que use o comparador de comissões do Banco de Portugal, que acho bastante útil, depois de saber quais os serviços que pretende.

2 comentários

Comentar post