Tudo o que procura saber sobre credito pessoal, creditos online, financas pessoais e conselhos de poupanca.

05
Jun 19

O Banco de Portugal tem estado mais ativo no super visionamento daquilo que os bancos fazem na área dos créditos. Uma medida que acho bastante benéfica é a aplicação de taxas máximas conforme o destino do empréstimo.

Aqui a dica é: não peça um crédito pessoal para qualquer situação, se o  empréstimo for para algum destino específico, a taxa de juro pode ser muito mais baixa. Enquanto que a taxa de um credito pessoal pode chegar perto dos 14% e dos cartões 16,6% empréstimos para educação, saúde e energia renováveis não podem ultrapassar os 6.2%. É menos de metade do valor.


Se procurar quais os bancos que oferecem as melhores taxas e conseguir negociar os valores mostrando propostas de outros bancos concorrentes, poderá no fim, ficar com muitos mais euros na carteira. Claro que isto exige um pouco mais de esforço e pesquisa, mais do que puxar do cartão de crédito que trás na carteira e usá-lo desmedidamente. Mas isto é o que os bancos pretendem, pessoas que ou por falta de informação ou por comodismo não procurem a solução mais barata para elas.

 

Verifique previamente se o destino do seu empréstimo está em alguma das categorias que o BDP publica trimestralmente em: Taxas máximas aplicáveis aos contratos de crédito.

taxas-maximas-aplicaveis

 

Veja como as taxas são muito diferentes umas das outras. Se tiver duvidas sobre se o destino do empréstimo se enquadra dentro de alguma destas categorias consulte o balcão do seu banco. Situações comuns como pagar propinas, comprar equipamento necessário para um curso que frequentamos, comprar painéis solares ou um carro têm uma taxa de juro mais baixa.


RSS
Contactos uteis
Linha de informação sobre Créditos Deco +351 808 200 149 (linha Azul) +351 218 418 790